Postado por : Tsuki L.E. May 9, 2016




Se tem algo que não me atrai numa narrativa, esse algo é romance. Adoro histórias que tenham romance em seu meio, mas, se for o foco, eu simplesmente reviro os olhos e ignoro.

A não ser que seja uma história muito bem escrita – e que, no fundo, não seja exclusivamente romance.

E foi assim que Always Human me capturou.



Eu achei meio por acaso. Estava atrás de algumas fanarts korrasami quando encontrei o tumblr da autora, e, nele, tinha o link para a história. Já encantada pelo traço dela, pensei "por que não?"

Aliás, podemos falar sobre essa obra de arte que é o traço dela? Tem momentos que fico parada num quadro não por estar lendo-o, mas para admirar a imagem mesmo.







Bem, sobre a história em si. Always Human se passa em um ambiente futurista, onde os humanos fazem uso de “mods”, que promovem diversas facilidades e mesmo necessidades, desde mudar a cor de um cabelo até prevenção de uma doença. Nele, vemos Sunati e seu encontro com Austen, alguém com uma síndrome que a impede de usar os mods. Como diria a sinopse da própria autora, “Uma história sobre nanobôs, engenharia genética e duas garotas se apaixonando. Não importa quanto a tecnologia nos mudar, sempre seremos humanos”.

É uma história suave, com um ritmo fácil de acompanhar e enredo fácil de te cativar. Porque não é apenas uma história de amor. Há um grande profundidade na personalidade de ambas as protagonistas, e cada capítulo te ajuda a entender um pedacinho novo delas. Elas, de fato, são muito humanas. Elas tem qualidades, tem defeitos, acertam, erram, tem pensamentos diferentes, gostos únicos... Você se sente próximo a elas, e até se identifica (eu mesma me vejo demais na Sunati). E isso torna os diálogos reais. Não é um simples “eu te amo”; é “eu quero conhecer você melhor, mesmo suas falhas, até que a garota que eu veja seja quem você é de verdade”.

E um dos pontos mais fortes, algo que me ganha com facilidade: Representatividade. Já começa que a história gira em torno de um casal lésbico, né? Mas não para por aí. Já fomos apresentados a um personagem agender*, e, em uma das atualizações recentes, descobrimos uma aro/ace** (meu coraçãozinho ace pulou de alegria <3 ).

Aliás, infelizmente, ainda não achei nenhum lugar que traduzisse, mas as falas em geral são curtas e simples, então não precisa de nenhum nível avançado de Inglês para compreender (e sempre existe google tradutor para quebrar um galho né).

Enfim, espero que tenham curtido essa recomendação, e se encantem com essa singela história tanto quanto eu <3




*agender – pessoa que não se identifica com nenhum gênero (em Inglês, você pode usar o pronome “they” como singular nesse caso)

**aro – abreviatura para "aromantic" (arromântico, traduzindo), pessoa que não sente atração romântica
ace – abreviatura para "asexual" (assexual), pessoa que não sente atração sexual 

Deixe um comentário

Subscribe to Posts | Subscribe to Comments

- Copyright © 2013 - 2018 Aventuras em Hoenn - Shadow - Powered by Blogger - Designed CanasOminous -