Postado por : ShadZ Oct 12, 2018

Acerto de contas


O sol fraco e a brisa gelada davam o tom da manhã que se iniciava em Rustboro. Com itens estocados para seguir viagem o trio formado por Sapphire, Camila e Ruby já se preparava para deixar a cidade em direção ao sul, visando pegar uma embarcação até Dewford.

Estavam em frente ao Centro Pokémon da cidade, onde haviam passado a noite. Wally estava com eles, para que pudessem se despedir de maneira apropriada.

— É uma pena não poder seguir com vocês, mas ainda tenho alguns assuntos a tratar aqui em Rustboro — disse o rapaz. — Minha batalha no ginásio acontecerá no fim dessa semana. Sapphire, se não quiser que eu te alcance é melhor apertar o passo. Ontem eu posso ter passado o dia com o Ruby, mas não pense que eu esqueci que você também é uma rival.

— Não se preocupe, não vou te desapontar — Sapphire esboçava um sorriso travesso enquanto batia continência, mas sua postura era desleixada demais para ser levada a sério.

Ruby foi quem se aproximou de Wally para encerrar aquele encontro. O garoto estendeu a mão para o amigo para que pudessem selar um último cumprimento antes de se separarem.

— Se eu chegar ao Grande Festival e não te encontrar lá não vou te perdoar. Mesmo assim não espere por minha ajuda, porque o próximo contest será meu.

— Não conte com isso — Wally ria com os desafios do amigo.

Os garotos apertaram as mãos com força. Wally ainda fez um aceno para Sapphire e Camila e ficou observando enquanto os três caminhavam em direção à saída da cidade. Realmente não tinham tempo a perder. Saindo ao amanhecer, era possível que até o fim do dia eles chegassem à entrada do Bosque Petalburg.

Quando o trio desapareceu de sua vista, Wally entrou no Centro Pokémon. Ao chegar ao saguão principal, notou que uma menina descia as escadas. Logo a reconheceu, era ninguém menos que Emily, vencedora do contest que ele havia disputado no dia anterior. Ela também pareceu reconhecê-lo, e ficou sem jeito ao ver que o garoto lhe direcionou um aceno.

• • •

Algumas horas se passaram até que o trio conseguisse concluir a travessia pelo vasto bosque. Ao se verem do lado de fora daquela muralha de árvores eles sentiam a luz solar agredir seus olhos. Ruby retirou um mapa de dentro da mochila, e começou a verificar os locais para onde deviam seguir. Camila e Sapphire se aproximaram e também começaram a olhar.

— Certo, estamos indo em direção ao sul — o garoto dizia sem tirar os olhos do mapa. — Mas se me lembro bem da primeira vez que passamos aqui, se seguirmos nessa direção vamos acabar em uma praia. Como vamos fazer a partir daí?

— Eu ouvi dizer que há um velho que mora naquela área que faz um serviço de transporte para quem quer chegar a Dewford por esse lado da região — respondeu Sapphire. — Podemos ver quanto ele cobra. Talvez em três pessoas a gente consiga um desconto.

— Você acha que esse serviço é confiável?

— Ruby, nós três somos treinadores. Se ele tentar alguma coisa a gente resolve nocauteando ele ou coisa do tipo.

— Mas aí quem vai pilotar o barco? — Camila interveio.

— A gente aprende na hora.

— Vindo de você eu não sei se isso é uma brincadeira, ou se você está falando sério... — o garoto já demonstrava sinais de preocupação.

Ruby revirava o mapa de cima a baixo, passando por cada parte das rotas que levariam a Dewford. Porém, ele notava a falta de alguns detalhes importantes.

— Camila, você disse que a primeira instalação da Batalha da Fronteira fica no caminho para Dewford, certo? Onde, exatamente?

— Segundo as informações da organização do torneio o primeiro Cérebro da Fronteira está em uma ilha na Rota 105 — a menina respondeu.

— Estranho, porque essas ilhas não parecem ser do tipo que usariam para construir um prédio importante.

— Meu pai já fez algumas pesquisas nessas ilhas e disse que lá não tem nada — Sapphire comentou, ainda observando o mapa.

Continuaram caminhando por mais um tempo pela estrada, até que resolveram fazer uma pausa ao notarem que se aproximavam do meio-dia. Os jovens se agruparam em uma área de gramado baixo e ali se sentaram para poder comer, colocando também seus Pokémons para tomar um pouco de ar puro. Ruby começou a espremer algumas oran berries em copos que eles levavam consigo, enquanto Camila pegava alguns feijões enlatados para ferver em um fogão improvisado com uma fogueira e um suporte para as latas.

— Nem vem, não vou comer isso! — a voz fanha de Ruby por ter seu nariz tapado fez as meninas rirem. — Feijão enlatado é nojento, e fede!

— Nisso eu concordo — dizia Sapphire abrindo um pacote de batatinhas.

Ruby direcionou o olhar para a companheira de viagem, vidrado no pacote que ela segurava.

— Me dá unzinho — o garoto quase lacrimejava.

— Vai comprar.

— O que aconteceu com seu “espírito aventureiro”, de comer só o que a natureza nos dá?

— Não lembro disso não.

Ruby quase teve um surto ao sentir o cheiro do feijão que chegava próximo ao seu rosto com uma colher que Camila segurava enquanto fazia bico.

— A prinxejinha vai comer naum? Olha o aviãojinhu...

— Eu devia ter ficado em casa... Pra sempre!

Sapphire ria ao ver Ruby sendo torturado pelo cheiro do feijão, mas o sorriso foi tirado de seu rosto ao ver que seu pacote de batatinhas não estava mais onde havia deixado. A menina ficou em silêncio profundo, o que fez Camila e Ruby a olharem com curiosidade.

— Aconteceu alguma coisa? — indagou Camila.

— Minhas batatinhas. Sumiram.

Ruby abriu um largo sorriso. Pela primeira vez em muito tempo o karma estava atuando a seu favor. Ele estava se contendo ao máximo para não dar risada da situação de Sapphire, que havia perdido aquilo que se recusou a dividir.

— QUEM PEGOU MINHA BATATA?

Os três se atentaram para uma batatinha que caiu no chão entre eles, parecendo ter vindo de cima. Quando viraram sua cabeça para o alto foi possível ver uma criatura nos galhos de uma árvore com o pacote. Com uma das patas ele pegava as batatas aos poucos e comia. Sapphire tinha uma expressão de desgosto como quem já conhecia aquele ser travesso, e a maneira como Ruby olhava para ambos dava a entender que uma batalha campal estava prestes a começar.

— Que bonitinho! — disse Camila. — Que espécie é essa?

— É um Taillow — Sapphire respondeu já acenando para Dan, que estava por perto. — E vai por mim, de bonitinho esse aí só tem a cara.

A menina fez com que seu Torchic logo entrasse em cena. O pintinho voltou-se para ela com uma clara expressão de má vontade, como quem estava sendo forçado a fazer aquilo.

— Eu sei que você ainda não está muito disposto a colaborar comigo, mas eu acho que essa batalha em particular tem a ver com a nossa dignidade.

A expressão de Dan mudou na mesma hora de viu o Taillow debochado que tinha lhe passado a perna um tempo atrás. As memórias do dia em que foi feito de bobo vieram à tona, e agora ele se esforçava para não sair atacando de uma vez, pois esta era a sua vontade.

Hola, mi amigo! — o Taillow o saudou com um cumprimento carregado de ironia. — Já faz algum tempo, não? Diga-me, já conseguiu tirar toda a areia dos seus olhos?

— Já, da mesma forma que vou tirar esse sorriso da sua cara — Dan se esforçava para não rir em nervosismo.

— Ora, ora, você agora fala com muito mais determinação que antes. Será que eu te incentivei? Ou só está feliz em me ver de novo?

— Eu estou feliz, claro! Fiquei te devendo uma depois daquele dia.

Ruby não compreendia o motivo pelo qual Sapphire havia usado o Torchic. Para ele seria quase um suicídio tentar batalhar com um Pokémon do qual não se podia esperar total obediência.

— Tem certeza, Sapphire?

— Essa é uma batalha que eu acredito que ele quer resolver também.

— Diga-me, nobre rival, como se chama? — indagou a ave.

— Dante. E não te dei essa moral toda pra ficar se considerando um rival meu.

— Hoho, você não tem cara de Dante. Bem, você é quem deveria ser grato por eu permitir que seja considerado meu rival. Eu sou o Taillow mais rápido e imprevisível desses bosques! Pode me chamar de El Falco!

— Isso é sério?

— Putz, esse aí é lelé da cuca! — disse Jeff caindo na gargalhada logo em seguida. — Foi desse cara aí que você tomou um pau?

— Obrigado pelas palavras de apoio...

Dan e El Falco se encaravam, cada um se segurando para não ser o primeiro a fazer um ataque descuidado. Eles eram oponentes já familiarizados entre si, o que tornava a batalha um pouco mais estratégica, dando desvantagem para quem resolvesse se mexer primeiro.

Sapphire tentava manter a calma. Sabia bem da capacidade daquela pequena criatura de passar a perna quando menos se espera. Porém eram ela e seu Torchic que precisavam recuperar a honra, e por isso não havia outra escolha a não ser dar o primeiro ataque.

— Torchic, não vamos dar aberturas para ele desta vez — a garota já preparava seu primeiro comando. — Comece com o Scratch!

Dan correu em direção ao seu adversário, saltando por cima dele enquanto armava suas garras para desferir o ataque. O Taillow apenas ergueu a visão para o Torchic e sorriu com certo tom de deboche. Assim que Dan fez o movimento de aterrissagem, El Falco se esquivou ao se impulsionar para trás e o golpe desferido contra si acabou por partir o galho da árvore onde ele estava.

Bueno, você ficou mais forte! Permita-me mostrar o que sei fazer também!

O pequeno ser voador de imediato criou ilusões de si próprio, que foram cercando Dan até que ele se confundisse a ponto de não conseguir identificar o verdadeiro.

— E essa agora? — resmungou o Torchic, tentando se manter em estado de alerta para um possível golpe furtivo.

Double Team? — indagou Sapphire. — Em que nível está essa praga? Torchic, use o Ember em larga escala, mude a direção das brasas para tentar acertar o máximo deles possível!

Muy lento! — Falco desviou da rajada de brasas com facilidade e com velocidade acertou um golpe com seu bico em Dan, que caiu dando cambalhotas para trás.

O Taillow pousou em outro galho fazendo uma pose heróica ao tapar parcialmente o rosto com uma de suas asas como se fosse uma capa.

— Não vai pensando que só você melhorou desde a última vez que nos vimos, niño. Eu também estou em constante desenvolvimento de minhas habilidades. Sou o ser mais rápido dessa área, você não vai conseguir me alcançar do jeito que está agora.

— Não enche! — Dan aos poucos se levantava, ainda atordoado com a pancada que sofrera antes. — Eu vou fazer você engolir esse seu orgulho hoje mesmo!

— Heh, me gusta su determinación.

Ao comando de Sapphire, Dan estufou o peito para lançar uma nova rajada de brasas contra seu oponente, porém o mesmo alçou vôo para se esquivar mais uma vez. A garota abriu um sorriso de canto, parecendo ter previsto o que acabara de acontecer.

— Torchic, segure o golpe! Em vez disso, se impulsione para saltar até ele e aplique um Scratch!

Como ordenado, o pequeno Pokémon de fogo avançou em um salto até ficar frente a frente com o Taillow atacando-o em cheio com suas garras, o que fez com que ele perdesse o equilíbrio e fosse ao chão pela primeira vez naquela batalha. Dan pousou em cima de El Falco, prendendo a ponta de suas asas. Dessa vez não cairia no truque com a areia.

— Agora, Ember! — Sapphire gritou esticando um de seus braços para a frente com o punho cerrado.

O disparo de brasas a queima-roupa foi o bastante para deixar o Taillow bastante prejudicado. O ar confiante do Pokémon voador agora dava lugar a um semblante irritado.

— Isso dói, seu desgraçado...

— Começou a falar normal agora? Onde foi parar aquele seu alter ego irritante?

— Acredite em mim, você vai preferir ter continuado lidando com ele.

De repente El Falco abriu suas asas e as mesmas se enrijeceram enquanto emitiam uma aura de energia que dava a sensação de que estavam brilhando com intensidade. Dan se posicionou em estado de alerta, pois sabia que aquele ataque viria com a força de alguém que tinha seu orgulho abalado. Ele manteve-se de prontidão, aguardando as orientações de Sapphire.

— Torchic, cuidado! Ele está armando um Wing Attack. Mantenha a guarda e espere pela aproximação.

Assim que o Taillow se atirou em direção de Dan para realizar o ataque, Sapphire decidiu colocar em prática sua estratégia para finalizar aquela batalha de uma vez por todas.

Sand Attack!

Dante foi ágil o bastante para usar suas patas para lançar areia do chão direto contra os olhos do oponente momentos antes do ataque ser executado. El Falco freou de forma brusca, incomodado com sua visão danificada. Sapphire ordenou que Dan se movimentasse para as costas do Taillow para dar o golpe final.

— Dessa vez sou eu quem decide o fim da batalha! — Dan sussurrou para Falco.

Ember! — comandou a treinadora.

El Falco foi alvejado com uma última, porém não menos poderosa rajada de brasas. Sem se aguentar de pé, o Taillow fez uma última revelação antes do fim do combate.

— Você ganhou meu respeito. Meu nome verdadeiro é Jet — e caiu nocauteado.

— Pra que usar apelido se o cara já tem um nome legal? — ponderou Jeff.

— Jeff, cala a sua boca — falou Dan, já exausto.

Sapphire abriu sua bolsa e começou a mexê-la por dentro com rapidez. Dela retirou uma Pokéball vazia e logo a arremessou contra o Taillow desacordado. O aparelho tragou o Pokémon voador para seu interior e, após alguns espasmos, emitiu um sinal sonoro confirmando o sucesso na captura. A menina agora tinha um novo membro na equipe.

A garota caminhou até a Pokéball e a recolheu do chão, exibindo para seus companheiros de viagem um sorriso satisfeito. Como possuidora de uma insígnia, ela não podia mais se deixar ser feita de boba por Pokémons selvagens.

— Você me deu muito trabalho, agora vai ter que compensar me ajudando a ficar mais forte. — ela disse para a Pokéball.

Em seguida ela olhou de relance para Ruby, pensando em como aquele Taillow havia sido o responsável pela primeira vez que eles se encontraram.

— Hã, o que foi? — perguntou o menino ao perceber que estava sendo observado.

— Nada — Sapphire soltou um sorriso. — Eu estava lembrando de algumas coisas, só isso.

A menina guardou a Pokéball consigo e assim os três continuaram sua caminhada em direção ao sul, onde esperam pegar um transporte que os levará até Dewford, passando antes pela ilha onde está demarcado o primeiro desafio de Camila na Batalha da Fronteira.

Animados, eles continuaram seguindo em frente, tentando conter a ansiedade para começar a explorar as primeiras áreas da famosa costa de Hoenn.

FIM DO CAPÍTULO 11

  

{ 20 comments... read them below or Comment }

  1. Cara, gostei do capítulo! Finalmente esse Taillow tomou a dose do veneno que merecia! E mano, eles tão indo visitar o bom Briney... Espero grandes coisas, mano! Especialmente porque ele é O Briney...

    O Ruby reclamar dos feijões era esperado, mas não imaginei que a Sapphire faria isso também... Que decepção, Sapphire! Que decepção...

    Bem, foi um capítulo tranquilo, daqueles que eu gosto de chamar de "capítulos de passagem". Deu algumas informações, teve aquele clima nhá bom de "de boa na lagoa, tranquilo como esquilo" ou de "suave na nave".

    Bem, realmente gostei muito.

    Obrigado pelo capítulo, e até o próximo, Shadow! (ou melhor, até o Discord!"

    ReplyDelete
    Replies
    1. Já estava na hora dele pagar por todas as vezes que deixou a Sapphire com cara de boba! kkkkkkkkkkkkkkkkkk

      Cara, o próximo capítulo já é com ele! Vamos ver se você vai gostar, deixei tudo bem caprichado porque sei que você é fã do cara! PEEKO IS COMING!

      Sapphire adora comer besteira, isso você vai ver ao longo da história. Nesse ponto ela é que nem eu, vamos reduzir nossa expectativa de vida em 20 anos se continuarmos com essa dieta de qualidade duvidosa... :v

      Fico feliz que tenha gostado. Pretendo encerrar logo o 13 para poder trazer o 12 já na semana que vem (não prometo nada, mas vou tentar).

      Até qualquer hora! õ/

      Delete
  2. ¡Buenos dias!
    E Hoenn está de volta mesmo. E agora o Tailow está na equipe, e seu é El Falco, ou Jet (ou até chutador bundas no ginásio de dewford, chame como preferir). Esse foi um ótimo capítulo de transição nos deixando curiosos sobre essa ilha e como funciona a batalha da fronteira. E teoria, será que o Wally e Emily vão viajar juntos, acho que não, mas vamos ver. Bom, no mais é isso, estou muito contente que Hoenn voltou e espero ansioso os próximos capítulos.

    ¡Hasta Luego!

    ReplyDelete
    Replies
    1. Falei que ia voltar, e voltou! kkkkk

      Olha, o Jet vai ser uma grande carta na manga que a Sapphire terá na batalha em Dewford. Mas isso não significa que ela terá vida fácil. Brawly ainda vai mostrar que ele também não está nem aí pra desvantagens, assim como a Roxanne. Mas vamos ver se os treinamentos da nossa protagonista vão colocar esses Pokémons nos eixos.

      Boa teoria que você bolou aí. Wally e Emily viajando juntos é uma boa possibilidade. Mas não garanto nada, apesar de que seria uma dupla interessante. :v

      Valeu pela presença, Alefu! Até a próxima! õ/

      Delete
  3. Yo, Shadow!

    Hoenn voltou arrasando quarteirão! E, finalmente, tivemos uma ponta fechada. El Falco (Jet pros íntimos), o primeiro desafio de Sapphire, finalmente domado, como um bom e velho Pokémon selvagem. Acima de tudo, eu gosto de ver também a evolução entre Sapphire e Dan. Claro que, do jeito que você é louco, é capaz de fazer ele voltar a ser um porra louca na próxima batalha que botar os dois pra fazer, mas fico contente em ver que o relacionamento dos dois está progredindo. Tomara que os dois consigam se entender, afinal, eu gosto de Torchics e o Dan não pode ser um Blaziken boladão se continuar mal criado desse jeito. ELE PRECISA SUBIR ALTOS NÍVEIS!

    Sei que a referência ao feijão não foi a toa, mas o que você não sabe é que eu mesmo serei a Camila na próxima oportunidade que tiver de ver você. Espero que você A M E o feijão enlatado que vamos comer juntos! OLHA O AVIÃOJINHUUUUU!!! HUEAHAUEHAEUAHAUEH

    Tô ansioso pro próximo! QUE VENHA LOGO A BATTLE FRONTIER PORQUE O HYPE TÁ DEMAIS!!!

    ReplyDelete
    Replies
    1. Finalmente resolvemos esse probleminha chamado Jet kkkkkkkkkk Agora os problemas que vão vir dele serão outros. E tome problema nisso, que nesses times de AEH só entra bicho doido!

      O Dan e a Sapphire só tiveram duas oportunidades seguidas de dar uma trégua, mas não sei se isso vai fazê-los se entenderem melhor. Veremos. :)

      Tenta me dar feijão enlatado que eu vou fazer você comer ele pelo [CENSURADO], apenas isso.

      A Batalha da Fronteira tá chegando! Vamos ver o que acontece lá!

      Até a próxima! õ/

      Delete
  4. Muy bien, mi amigo! A rivalidade com esse Taillow já era de longa data, na verdade ela vem de muito antes até da sua nova Hoenn começar. Ainda me lembro de uma imagem que você mandou da Sapphire (vulgo May), com um Blaziken e um Swellow atrás, num cenário de neve. Para mim o Jet nasceu naquela época, então essa captura carrega um significado ainda maior kkkk Um dia ainda chegaremos naquela, mano!

    Eu gostei do portunhol que o Jet usou, e espero que ele volte a usar quando quiser passar aquela imagem de cabra macho kkk Esses sotaques sempre agregam muito à personalidade de um personagem, mostra o quanto ele se importa com a opinião dos outros e tenta passar uma boa imagem. Ele pode ser o mais veloz da área, mas com certeza se aliar ao time do Dan vai fazê-lo crescer. O uso de golpes como o Double Team também foi uma boa sacada pra ter uma ideia do nível que o Jet se encontra, com certeza não era um Taillow normal para essa rota kkk

    E claro, teve a cena das batatinhas e do feijão enlatado pra guardar na memória! kkkkk Um ótimo capítulo cara, mesmo sem trazer grandes revelações, é o que faz a jornada por Hoenn ser tão gratificante~ Grande abraço!

    ReplyDelete
    Replies
    1. Esse Taillow deu muito trabalho pra Sapphire, agora vai dar é pros adversários kkkkkkk Vamos ver como ele vai se desenvolver ao longo da história. Eu acredito que ele pode se tornar um dos membros mais fortes das três equipes dos protagonistas. Pode crer, eu não sei se ainda tenho aquela imagem guardada, mas ela é bastante épica! Merecia ser encaixada em algum capítulo futuro, mesmo que fosse um mero especial.

      O Jet se acha o garanhão do pedaço, mas conviver em equipe vai mostrar que ele é apenas o carinha que mal entrou o ônibus e já quer sentar na janela. Vai ter que conseguir seu espaço como todo mundo kkkkkk Mas de fato ele já estava em um nível acima da média, portanto ele será importantíssimo para a Sapphire, que agora se dirige a um ginásio bastante complicado.

      Como você disse, não tivemos muitas revelações por enquanto. Esse capítulo serviu mais para fechar a ponta solta do Jet e fazer uma ponte entre o arco de Rustboro e o de Dewford. Que a gente possa chegar lá em pouco tempo.

      Até a próxima! õ/

      Delete
  5. FINALMENTE esse Taillow tomou uma surra. Eu quero ver o relacionamento dele com o resto do pessoal, e quando alguém finalmente vai admirar o EL FALCO! Estoy esperando mucho deste chico!!! Acho que ele vai fazer a diferença no próximo GYM! QUE VENHA AeH!

    ReplyDelete
    Replies
    1. Já estava na hora dele receber o troco por todas as vezes que fez a Sapphire de trouxa, não é? Mas agora eles estão do mesmo lado, então a gente espera que as coisas saiam bem.

      Sim, o Jet leva vantagem contra Pokémons lutadores, mas vamos lembrar que mesmo assim o Brawly não é um desafio dos mais tranquilos. Mesmo com vantagem a Sapphire vai ter que dar a vida pra poder ganhar dele. Mas como as coisas vão se desenrolar, só quando chegarmos a Dewford.

      Valeu pela presença, cara! A gente se fala! õ/

      Delete
  6. Nem li e já quero comentar só pra ilustrar o tamanho da saudade que senti desse blog e do povo da aliança. Que saudade🔥👊(Agora é oficial). Acredito que, como sempre, o capítulo esteja dotado de um bom desenvolvimento e a boa escrita de sempre👊 Shadow não desaponta né 😎

    ReplyDelete
    Replies
    1. Ué, olha só quem apareceu kkkkkkkkkkkk

      Bom te ver por aqui, Vinnie! Já faz um tempo, né? Também sentimos sua falta, mas se é o caso você sabe onde nos encontrar!

      Não tenha pressa pra ler o capítulo, apesar de que tem outros dois chegando muito em breve. ;)

      Até qualquer hora! õ/

      Delete
  7. -Capítulo 11-

    Capítulo curtinho mas que foi bom pra fechar todas as pontas,cara você sabe que do meu problema né?Você sabe que eu não me seguro enquanto todo mundo não tiver seu shipp né?VOCÊ SABE O QUE ESTOU PENSANDO NÉ?Se você pensou que eu estou shippando Wally e Emily você se enganou,pelo menos por enquanto eu não vou,mas quem sabe no futuro,mas minha teoria é que eles vão viajar juntos e que ela vai se revelar ser alguém legal,ou talvez não eu nunca acerto previsão nenhuma mesmo ;-;

    Eu adoro essa interação deles,o Ruby e a Sapphire tem essa infantilidade um com o outro bem engraçada,mas mesmo assim eles se gostam

    ESSE ERA O EL FALCO QUE VOCÊ FALOU AQUELE DIA?JUNTO COM JUAN CARLOS DE LAS NIEVES?(É ESSE O NOME DO RATTATA PRODUÇÃO?)MANDANDO O PORTUNHOL FLUENTE?HUAHSUAHSUSHSUAS

    Cara,um tailow de rota inicial tem um alter ego como assim,o cara é muito convencido kkk,mas eu gostei dele,vai ser uma adição bacana pro time,só quem precisa de adição é o Ruby que só tem 2 tadinho huashauhaauhuas

    -Comentários Finais-

    Finalmente estou atualizado em hoenn isso merece uma comemoração huehuehuehue

    Agora só falta Mystery Dungeon,Kalos, e Kanto =]

    Acho que é só isso,te vejo no próximo capítulo,mentira,vou ir fazer umas piadinhas no grupo sobre esse comentário e te marcar huahsaushuashuas

    See Ya :v

    Ps:Era pra ser um comentário só mas o blog é nutella e não suporta mais que 4096 caracteres :v

    ReplyDelete
    Replies
    1. Rapaz, shipps envolvem relacionamentos. Relacionamentos são complicados. Tem que ver como esse povo de Hoenn vai lidar com isso kkkkk E sobre você não acertar previsão nenhuma: sei... :v

      Ruby e Sapphire são uma dupla bem improvável kkkkkkk As diferenças são tantas entre eles que fica até difícil imaginar que nessa jornada enorme não vai ter um único momento em que eles vão realmente tentar se matar. Mas fica a torcida para que nada disso aconteça. Ou não, né? Tem leitor que gosta de uma treta... kkkkkk

      Exatamente! Jet "El Falco" veio pra ficar! Mas o Juan José de las Nieves é outro nível, aquele ali é fruto de uso de hack por parte do Joey kkkkk Vai ser banido da Liga Pokémon de Johto se continuar assim.

      Relaxa que em breve o Ruby também vai ganhar novos membros no time. Isso está mais próximo de acontecer do que você imagina. Talvez, quem sabe, até o fim do ano não tenhamos novidades?

      Finalmente está em dia! Cara, eu realmente não esperava que você fosse matar todos os capítulos de uma só vez. Eu queria ter essa habilidade de maratonar fics, não teria mais problemas com atrasos pra ler... -_-

      Valeu pela presença, e pelo comentário enorme que virou outros 8374589437242! A gente se fala qualquer hora.

      Até a próxima! õ/

      Delete
  8. YOOO TOU DE VOLTA!

    que curtinho e relaxante foi esse capítulo! adorei muito!

    gostei do comeback desse taillow roubador de comida e tenho a certeza que será um ótimo acréscimo à equipa de sapphire!

    agora, duas anotações:
    - eu adorava ver o wally em viagem com os três protagonistas :(
    - estou ansioso para ver a camila em ação! acho que já não falta muito!

    continuarei a ler!

    ReplyDelete
    Replies
    1. Angel, que bom ter você de volta!

      Às vezes é bom termos um capítulo mais calmo, à moda da Hoenn antiga, pra poder trazer um pouco de descanso aos personagens (e a nós mesmos, por que não?) após uma sequência de capítulos com mais ação, envolvendo batalhas de ginásio e contests. Então aqui eu vi uma forma de trazer esse clima mais tranquilo, ao mesmo tempo que dava a abertura para a ida deles a Dewford e também fechar a ponta solta envolvendo o Jet e a Sapphire. Foi um capítulo 3 em 1 kkkkkkkkkk

      O Wally não vai viajar junto dos protagonistas muito porque lidar com 4 personagens ao mesmo tempo é um pouco complicado. Mesmo com apenas 3 sempre tem alguém que fica mais esquecido em cada cena, então isso acaba por nos dar um trabalho de tentar deixar sempre as participações equilibradas. Mas ele é um personagem com bastante importância. Afinal, ele é rival tanto do Ruby quanto da Sapphire, e por isso ele certamente vai aparecer muitas vezes ainda.

      Até a próxima, e vê se aparece lá no grupo do Discord qualquer hora pra gente poder bater um papo! õ/

      Delete
  9. Fala Sombra do meu coração!
    Aeh finamente essa ave que vem atormentando Sappppppphire desde o capítulo 1 foi capturada. Ponto de vingança para a menina kkkkkk

    Gostei muito dos diálogos divertidos entre os personagens, mas confesso que perdi quem tava falando o que uma hora lá, mas pode ser só distração minha.

    Estou ansioso para ver como você vai retratas as batalhas da fronteira, quero ver um pouco da parte de Camile e o que essa grande treinadora vai nos oferecer ^^

    Acho que é isso meu senhor, até o próximo.

    ReplyDelete
    Replies
    1. Uma hora ela tinha que dar um jeito nesse pássaro maldito! kkkkkkkkkkkkkkkkk Mas finalmente ela teve seu momento de vingança mesmo. E agora veremos se o Jet será um bom reforço no time dela, ainda mais com o ginásio de Dewford se aproximando.

      Eu posso ter me enrolado na hora de desenvolver os diálogos. Depois você me manda lá no Discord a parte onde ficou confuso que eu posso reler aqui e ajeitar o que for preciso.

      E sim, estamos próximos à Batalha da Fronteira. Hora da nossa mestra rainha divina espancar algumas vítimas!

      Até a próxima! õ/

      Delete
  10. Hola Shadow, como estás mi amigo? Vengo acá comentar sobre este capítulo épico.

    De volta as crianças com o pé na estrada, irrá, e meu deus, amo a dinâmica do grupo, Ruby, Sapphire e Camila é de longe meu trio favorito, os amo muitíssimo, meu deus.
    E caralho, o Taillow roubou as batatas da May, mexeu com a batata aí já foi pro lado pessoal. O portunhol do Taillow, meu pai amado, é incrível e a revanche de Dan vs El Falco, ahahahahauhuuhauhauasshuahua. Mermão, foda pacas. Finalmente May pegou esse Taillow dos infernos, nada mais justo depois desse tempo todo.

    ReplyDelete
    Replies
    1. Seu portunhol é digno de um intérprete do Jet. Perfecto! :v

      Esses três juntos nunca dá um dia normal, sério mesmo. Se eu tivesse que definir algo que nunca vai acontecer entre esses três é um arco sem nenhuma bizarrice acontecendo. E de volta à estrada após uma longa estadia em Rustboro, como deve ser!

      Jet é muito abusado, e ainda mexeu no ponto fraco de uma treinadora cujo orgulho ele já tinha ferido anteriormente. Não à toa tomou agora umas porradinhas pra ficar humilde. Agora veremos como será a relação entre Sapphire com o novo integrante do seu time. Que venha Dewford!

      Até a próxima! õ/

      Delete

- Copyright © 2013 - 2018 Aventuras em Hoenn - Shadow - Powered by Blogger - Designed CanasOminous -