Postado por : ShadZ Dec 21, 2018

O valor de uma pérola


A noite havia acabado de cair sobre a cidade de Dewford quando o barco de pesca de Briney atracou no porto da cidade. Devido ao horário, não era mais possível enxergar o horizonte e nem as paisagens da ilha. Apenas uma faixa curta do mar podia ser vista por causa da iluminação das ruas da pequena cidade.

O vento era frio já naquele horário, mas a areia ainda estava morna devido ao dia ensolarado que havia acabado de terminar. Algumas lojas começavam a fechar, mas os restaurantes e outros estabelecimentos nas praças principais da cidade começavam a abrir para atender a vida noturna.

Assim que terminaram de desequipar o barco, Briney e os três treinadores combinaram o que fazer dali em diante.

— Tem certeza de que não quer ficar no Centro Pokémon? Podemos ver se dá pra arrumar um lugar para o senhor — disse Ruby.

— Não se preocupem, eu tenho um conhecido aqui na cidade que já me ofereceu a casa dele para ficar. Vocês podem ir para o Centro Pokémon descansar dessa viagem longa, que eu vou fazer o mesmo. Amanhã tenho algumas coisas para fazer aqui, mas eu sugiro que vocês procurem algumas atrações da cidade antes de ir para o ginásio. Aproveitem um pouco a estadia, Dewford é um lugar interessante, e como estamos entrando na alta temporada a cidade fica ainda mais charmosa.

O grupo então se despediu do velho e partiu em direção à próxima parada. Chegando ao Centro Pokémon logo se dirigiram ao balcão para fazer a reserva dos quartos e o check-up de seus Pokémons, especialmente os de Camila que não haviam descansado de maneira apropriada devido à viagem que precisaram fazer após a batalha contra Noland.

Já no quarto que haviam reservado era possível ver a orla da cidade. Sapphire olhava pela janela o movimento da rua, enquanto Ruby estava em seu infinito banho para compensar os dias que passou longe do conforto de um chuveiro com água quente. Camila estava sentada em sua cama, com a Mudkip no colo e lustrando seu recém-conquistado Símbolo do Conhecimento.

— Vamos começar a treinar pra valer agora, quero poder levar você logo para as outras batalhas — disse a menina para o Pokémon anfíbio.

— Você não deixou a Mudkip na enfermaria? — Sapphire questionou.

— Ela não batalhou com ninguém mesmo, então resolvi trazer ela comigo. Se eu não me engano o Ruby também subiu com uma Pokéball. Mas e aí, animada pra próxima batalha de ginásio?

 — Não sei nem o que esperar. Eu só sei que esse ginásio é especializado em Pokémons lutadores. Foi até uma boa eu ter capturado aquele Taillow inconveniente, mas vou precisar treinar um pouco com ele antes. Pra ver se dá pra usar ele já nessa batalha, sabe?

— Sério? Interessante, porque eu estava mesmo querendo treinar a Mudkip — Camila então sorriu enquanto encarava a amiga com um olhar desafiador.

— É mesmo? — Sapphire devolveu o sorriso. — Talvez eu possa resolver esse seu problema.

Naquele momento a porta do banheiro do quarto se abriu. Uma neblina de vapor quente tomou conta do quarto, e por trás dela só se podia ver uma silhueta cuja cabeça era exageradamente alta. Quando saiu do banheiro, a figura de Ruby pôde ser vista com clareza. Ele estava usando uma toalha enrolada na cabeça, o que chamou a atenção das garotas, que caíram na risada.

— Cara, o que é isso? — Camila não se continha. — Nem minha mãe é vaidosa assim, mano! E olha que meu pai infarta toda vez que ela vai ao shopping.

— Ruby, realmente precisa disso tudo? — perguntou Sapphire, acompanhando as gargalhadas de Camila.

— Podem rir o quanto quiserem, mas eu sinto como se tivesse nascido de novo — comentou o garoto, indo observar a rua pela janela. — Estou limpo e em um quarto com ótima vista. E as camas parecem confortáveis. Vai ser a melhor noite de sono que terei em muito tempo!

O coordenador então caminhou até a sua cama, apalpou o colchão e o travesseiro e esboçou um sorriso de satisfação. De dentro de sua mochila retirou a Pokéball que Camila havia mencionado poucos minutos antes e dela liberou sua Skitty. O garoto deitou em sua cama e a pequena felina o acompanhou, indo deitar no travesseiro, quase grudada na cabeça dele.

— E não é que se apegou a ela mesmo? — disse Sapphire, observando a maneira como Ruby tratava a Skitty. — E deu o maior chilique quando eu disse que você era a “mamãe” dela.

— Ela me deu um ótimo resultado no contest de Rustboro. Eu sei que ela tem um grande potencial, então quero passar mais tempo com ela pra ver se eu descubro algo interessante.

Com o passar dos minutos, Camila e Sapphire também tomaram seus banhos. Com os três estando finalmente limpos e renovados, era hora de ver o que dava para fazer na cidade. Ainda estava cedo, e Dewford tinha suas atrações.

— Soube que tem algumas barraquinhas de comida ali perto da praia — Camila comentou. — Vamos dar uma volta e ver o que tem por lá?

Os três saíram para caminhar pela rua. A noite na cidade era bastante movimentada, apesar de seu tamanho. As praças ficavam lotadas de gente visitando diversas lojas e restaurantes. Eles pararam em uma barraquinha de rua que vendia variados tipos de espetos. Sapphire foi a primeira a pegar, já que era a mais apressada quando o assunto era comida.

A garota saiu com seu espeto enquanto Ruby e Camila ainda tentavam escolher os deles. Sapphire resolveu andar um pouco para se afastar da multidão e pegar um pouco de ar. Enquanto andava acabou se distraindo com as outras barracas e trombou com um garoto que vinha na direção oposta, igualmente distraído.

O garoto era bem mais novo, aparentava ter por volta de onze anos de idade. Seus cabelos eram loiros e os olhos azuis. Estava vestido de uma maneira não muito habitual para quem viajava por Hoenn, e suas roupas o faziam parecer uma criança rica. Ele ficou encarando Sapphire por um tempo, olhando a menina de cima a baixo.

— Você tem potencial — disse o garoto, tocando o próprio queixo enquanto avaliava a treinadora. — Mas ainda falta alguma coisa.

O menino então segue seu caminho, e Sapphire fica observando a cena confusa, sem saber o que dizer. Quando fez menção de chamar o garoto ela foi interrompida por Ruby, que chegou no momento.

— Ei, você saiu de perto da gente sem dizer nada. O que houve?

— Nada, eu só não quis ficar dentro daquele tanto de gente. Fica difícil andar por ali.

— Isso é verdade. Bem, assim que Camila sair dali a gente vai dar uma volta perto da praia.

E a caminhada continuou por mais algum tempo, até que resolveram voltar ao Centro Pokémon para descansar. O próximo dia com certeza reservaria mais coisas para o trio, então era preciso estar com as energias renovadas para aproveitá-lo ao máximo.

Chegando ao quarto que haviam reservado, os três foram revezando o banheiro para poderem trocar de roupa para irem dormir. Quando estavam prontos Ruby começou a revirar sua mochila.

— Tenho uma coisa pra mostrar pra vocês antes da gente deitar — ele então retirou um panfleto de dentro da bolsa e mostrou para as garotas. — Vejam isso que me deram quando estávamos olhando as barracas.

O panfleto que Ruby exibia era uma propaganda de um serviço de mergulho para turistas, com transporte para o alto-mar e equipamento inclusos. O ponto de mergulho era situado na rota ao leste da cidade.

— Sei não, essas coisas para turistas costumam custar muito caro... — comentou Sapphire, mostrando certa desconfiança.

— É aí que está o pulo do Meowth! — Ruby apontou para um aviso no canto do panfleto. — Exibindo nossas licenças de treinador a gente ganha um desconto bem generoso! Com isso o preço fica acessível para nós três.

Sapphire e Camila então aceitaram a sugestão de Ruby. A conversa se estendeu por mais alguns minutos, até que os três se renderam ao cansaço da viagem. Enfim poderiam se entregar ao sono, sem hora para acordar.

• • •

Após passarem a manhã aproveitando a praia, os três foram para o local combinado na parte da tarde para serem transportados até o ponto de mergulho. Exibiram suas licenças de treinador e depois efetuaram o pagamento pelo serviço. Subiram no barco, e o mesmo partiu na direção leste.

Em um local mais afastado da terra firme o barco parou. Todos já estavam equipados, prontos para o mergulho. O instrutor começou a passar algumas orientações, que duraram alguns minutos.

— E para completar um aviso rápido aos treinadores — disse o homem que cuidava do programa de mergulho. — Vocês estão autorizados a levar Pokéballs para captura. Mas é importante ressaltar que Hoenn possui um rigoroso programa de preservação da fauna oceânica, então a guarda ambiental só permite uma única captura por pessoa! Então escolham seus próximos parceiros com sabedoria.

O homem deu o sinal para que todos pulassem para fora do barco. Os instrutores foram na frente para fazer o reconhecimento da área e autorizaram a entrada dos turistas assim que confirmaram que estavam em zona segura.

Ao mergulharem, os visitantes foram surpreendidos por uma vista que lhes dava a sensação de descoberta de um universo paralelo logo ali, abaixo da superfície do oceano. Um paredão azul se estendia para todas as direções, sendo impossível de saber onde terminava. Imensas barreiras de corais tomavam conta da paisagem, formando abismos extravagantes que instigavam o espírito aventureiro de cada um naquela área.

Os treinadores que se inscreveram no programa não perderam tempo e começaram a vasculhar por entre as algas e corais em busca de algum Pokémon raro. O recife era extenso o bastante para uma boa busca. Ruby tomou a iniciativa de procurar, até mais que Camila e Sapphire, pois imaginava que um Pokémon aquático seria uma aquisição interessante para levá-lo às vitórias em seus próximos contests.

O garoto então remexeu uma parede de algas, com um pouco de receio de sair alguma criatura perigosa dali do meio, mas abriu um enorme sorriso ao ver que havia encontrado uma colônia de Clamperls vivendo ali. As meninas se aproximaram em seguida, também ficando encantadas com o que estava diante de seus olhos.

Ruby decidiu se aproximar um pouco mais para analisar melhor cada uma das criaturas marinhas, a fim de escolher aquela que lhe chamasse mais atenção. Com cuidado ele foi reduzindo a distância, para que também não assustasse os Pokémons.

Enquanto procurava um Clamperl do seu agrado, Ruby sentiu seu ombro ser tocado por Sapphire, que logo o segurou pela mão e o levou a outro canto daquela área. Mexendo mais algumas algas ele viu que a menina havia encontrado uma Clamperl solitária. No entanto, ela possuía algo diferente.

Sua coloração era bem incomum para sua espécie, se destacando ainda mais entre os raios de luz deformados que vinham da superfície. O detalhe que mais chamava atenção era sua pérola de cor amarelada, diferente do rosa habitual da espécie.

Assim que a viu, Ruby não pensou duas vezes. Era aquela Clamperl que ele queria para sua equipe. Sabia que um aliado daquela beleza o faria sair na frente de muitos concorrentes nos contests, e para seu alívio ela parecia ter um temperamento bem tranquilo. O garoto sacou a Pokéball que carregava consigo e a arremessou para realizar a captura.

O objeto foi caindo devagar, devido à resistência da água, e ao tocar a Clamperl a absorveu para dentro. Como o Pokémon era de pouca mobilidade, pouca resistência foi apresentada para a captura. Ruby guardou a Pokéball de volta e assim saiu em companhia de Sapphire e Camila para aproveitar o restante do tempo que eles tinham antes de ter que voltar para o barco.

• • •

Já no fim do passeio, os treinadores foram guiados para a inspeção. Era um procedimento padrão da equipe responsável pelo programa de mergulho para garantir que apenas um Pokémon foi capturado por treinador.

A Clamperl de Ruby causou espanto em todos os presentes, já que nunca haviam visto uma daquela cor antes. Ruby explicou que a encontrou com ajuda de Sapphire, até que eles notaram a aproximação de uma jovem mulher de jaleco que segurava uma prancheta onde fazia anotações a todo momento.

— Considere-se sortudo, garoto. Você conseguiu o que chamamos de Pokémon Shiny.

— Shiny? — indagou Ruby, sem compreender o que a mulher queria dizer.

— Me chamo Olga. Sou uma pesquisadora especializada na fauna marinha de Hoenn. Quando um Pokémon possui um padrão de cores diferente do costumeiro de sua espécie nós os chamamos de “shiny”. Esse tipo de Pokémon é extremamente raro, e são pouquíssimos treinadores que dão a sorte de encontrá-los e capturá-los.

— Eu não sabia desse termo — disse Ruby, pensativo. — Eu até já vi pela televisão uma reportagem de quando eu era criança e vivia em Johto sobre um Gyarados vermelho.

A pesquisadora deu um sorriso, parecendo feliz por ver alguém se interessando no assunto.

— Sim, o Gyarados vermelho do Lago da Fúria é um shiny legítimo. Se eu não me engano, ele foi o primeiro a ser oficialmente registrado. Após isso muitas pesquisas foram iniciadas para procurar esses shinies em outras espécies. E você acabou por encontrá-lo em um tipo de Pokémon que já é bem complicado de encontrar por conta de seu habitat. Meus parabéns.

— Só não entendi por que essa Clamperl estava separada dos demais da colônia — observou Camila.

— Shinies geralmente têm um comportamento mais solitário devido à rejeição de seus grupos por conta de suas cores diferentes. Eles acabam os vendo como estranhos, porque realmente são muito raros. Estima-se que a probabilidade de um Pokémon nascer com essas características são de uma em milhares.

Após a inspeção terminar os três voltaram ao Centro Pokémon, onde fizeram uma refeição, e então foram até seus quartos para descansar. Ruby mantinha seus olhos fixos na Pokéball da Clamperl, até que foi desperto de seus pensamentos por Sapphire.

— Você pegou um Pokémon e tanto hoje — comentou Sapphire. — Agora tá me devendo uma.

— Verdade, por que não capturou pra você mesma? — Ruby perguntou, um pouco surpreso.

— Achei ela uma graça. Cheguei à conclusão de que ela seria uma grande estrela dos contests. Considere-a como um presente meu para você. Agora é sua responsabilidade torná-la forte e bela, e se tornar um Top Coordenador com ela.

Ruby deu uma risada descontraída, fazendo Sapphire e Camila rirem logo em seguida.

— Pode deixar. Se os outros Clamperls a afastaram da colônia, problema deles. A partir de hoje a pérola dessa aqui vai brilhar mais que todas as outras.

FIM DO CAPÍTULO 14

  

{ 20 comments... read them below or Comment }

  1. Cara, mais um capítulo suave na nave, daqueles bem do cotidiano. A aquisição não foi floreada como normalmente é, Ruby só foi onde a amiga indicou e pimbou a ostra. Mas é por isso que gostei.

    E mano, Shiny! Não acredito que você teve coragem de colocar um desses na tua história! Geralmente é trabalhoso deixar de um modo legal, então espero que trabalhe bem isso e de forma que não ocorra favoritismo.

    Por fim eu queria dizer que é bem estranho o encontro que ocorreu ali perto das barracas, o garotinho me deixou intrigado, pensei ser um certo personagem mas as características não batiam... Vou esperar pra ver como será o futuro.

    Bem, é só, valeu e falou, Shadow!

    ReplyDelete
    Replies
    1. Seria complicado fazer uma batalha embaixo d'água, até porque só a Camila possuía um Pokémon aquático nesse ponto da história. Mas consegui tirar proveito desse jeito mais pacífico dos Clamperls para poder criar uma situação de captura sem conflitos.

      Eu precisava de algo que fizesse o Ruby prestar mais atenção naquela Clamperl. A ideia inicialmente era tê-la com uma pérola fosca, ou qualquer característica que a fizesse ser excluída pelo restante da colônia. Então veio a ideia de colocá-la como shiny. Eu realmente tive certo receio de estar fazendo algo muito forçado, mas consultei o Dento e ele achou que eu deveria investir na ideia, então confiei nele e fui kkkkkkkkkkkkkkk

      Eu acho que sei de qual personagem você está falando. Se for quem eu estou pensando, então sim. Seria ele mesmo nessa cena. Mas eu resolvi mudar algumas coisas na história e criar um personagem original para essa situação, que ainda vai dar muito pano pra manga. Mas o personagem que você tinha em mente talvez apareça também no futuro. Tudo é uma possibilidade. :)

      Valeu, meu parça! õ/

      Delete
  2. Eae

    Um capítulo tranquilo depois de altas emoções.

    Gostei do clima tranquilo desse capítulo de transição, vamos esperar que tretas vão acontecer no próximo arco dessa história.

    Pela descrição do garoto talvez seja o Emerald, mas eu mesmo não acho que seja, mas vamos ver, talvez.

    Um clampearl shiny? Uma aquisição boa para um coordenador, mas ainda continua sendo um clampearl, Pokemon que não gosto tanto, não que eu o odei, eu gosto de todos os Pokemon, até o pokemon lixo de Unova, sø que no quesito serpentes marinhas de Hoenn, eu penso logo no Milotic, que eu chuto que um rival do Ruby venha a ter, seria um boa relação.

    Agora vamos esperar para ver o mais detalhadamente a personalidade desse Campearl e no que ele vai se tornar.
    Eu chutaria um Huntail para ir contra a onda dele ser um coordenador, apesar de que um Gorebyss faça mais sentido, ahh não sei.

    Agora vamos em busca de mais uma insignia! Contando que o Brawly sø fique usando bulk up como nos jogos antigos então vai ser fácil, mas é claro que não vai ser assim né?

    Novos horizontes sa abrem para nossos heróis, mas ele sø vão ser explorados em 2019? Triste

    E acho que é isso.

    Espero ansioso o próximo capítulo!

    ReplyDelete
    Replies
    1. Diga, Alefu!

      Sim, resolvi dar um descanso aos três depois desse trajeto turbulento até Dewford, mas isso não significa que esse arco vai passar despercebido pelo radar do caos kkkkkkkkk

      Será que é o Emerald mesmo? O cabelo loiro até que bate com a descrição, né? Mas vamos ter que aguardar pra ver se é ele mesmo.

      Nossa, mas Clamperl é tão amorzinho! kkkkkkk Realmente não é um Pokémon que a gente conseguiria imaginar em ação, mas ela com certeza tem seu valor, e quem sabe até um potencial escondido. O Ruby não é bobo, ele não vai escolher um Pokémon à toa. Mesmo ela sendo shiny, ele precisa é de parceiros de equipe que o coloquem efetivamente disputando o primeiro lugar nos contests. E às vezes só a beleza não basta, como vocês poderão ver em apresentações futuras.

      Agora se ela vai evoluir para Huntail ou Gorebyss só o tempo dirá. Não posso estragar a surpresa. :v

      Rapaz, eu diria que o problema do Brawly é ele ficar usando Bulk Up kkkkkkkkkkkkkkk Essa p* de move fica buffando o Pokémon até o bicho ter uma força tão monstruosa que um Splash é capaz de demolir o prédio! Mas pode apostar que não vai ser tão fácil para a Sapphire vencer esse ginásio, mesmo ela já estando mais preparada depois de ter passado aquele sufoco em Rustboro.

      Sim, agora vamos recarregar as energias para voltar com tudo ano que vem! 2019 é logo ali!

      Valeu pela presença, Alefu! Até qualquer hora! õ/

      Delete
  3. Yo, Shadow!

    Que capítulo MARAVILHOSO! Finalmente chegamos a Dewford, e não teve descanso não! Primeiro que o Ruby finalmente vai poder dormir sem ter pesadelos com germes e vírus espalhados por aí, e depois porque o próprio Ruby foi destaque capturando um Shiny Pokémon! Eu não estava esperando por essa! E foi muito legal da parte da Sapphire cedê-lo à ele, ainda que, em circunstâncias reais, EU DUVIDO QUE ELA FARIA ISSO, É UM SHINY POKÉMON, VOCÊ NÃO HESITA, VOCÊ CAPTURA, NÃO AVISA PRO AMIGO, AMIZADE NÃO IMPORTA NESSE MOMENTO, É UM SHINY POKÉMON, VÉI!!!

    Enfim, mais um companheiro pro time! Fico ansioso pra ver Clamperl em ação nos contests com o Ruby! Ansioso também pro resto do arco em Dewford, que PROMETE!

    E, antes que eu me esqueça, é claro que eu não podia jamais deixar de dizer

    AVENTURAS EM JOHTO É CANON!!!

    See ya! ♥

    ReplyDelete
    Replies
    1. Bem, eles ainda não sabiam bem o que era um Pokémon shiny. Talvez se a Sapphire soubesse ela fosse um pouquinho mais esperta e o capturaria antes que o Ruby percebesse, mas ela acabou sendo uma boa amiga e o deixou para ele, que precisava de um Pokémon aquático.

      É isso aí, já estamos em Dewford! Vamos ver o que 2019 reserva pra esse arco. Ainda tem bastante coisa pra acontecer antes da batalha de ginásio, então fique atento e preste atenção a cada detalhe, pois eles podem ser uma chave pra descobrir coisas importantes no futuro.

      Eu tinha que falar do Gyarados vermelho, né? Acredito que ele tenha sido o primeiro shiny de mais de 90% dos jogadores de Pokémon que acompanham desde a segunda geração. Ele tem história!

      Até a próxima! õ/

      Delete
  4. Ninguém mandou eu ir ler comentários antes do capítulo, deu no que deu, tomei spoiler! kkkkkkkk E mesmo assim, foi uma agradável surpresa saber que você encontrou aquela sacada que estava faltando para desenvolver o capítulo, uma excelente adição para o time do Ruby. Se eles fossem apenas passar um tempo se divertindo no mergulho, talvez a captura do Clamperl não tivesse tanto impacto quanto o background que um Pokémon Shiny oferece, até mesmo as criaturas no mundo Pokémon têm essa tendência de excluir o que é muito diferente e esse assunto é sempre importante de se trabalhar. Nos tempos de Sinnoh, eu usava os Contests para levantar questões que fossem além de uma batalha ou apresentações cheias de brilho, acho que o Ruby tem talento para mostrar o que realmente precisa ter dito enquanto desenvolve uma identidade para se destacar mais. Uma captura inusitada feito essa com certeza elevará os ânimos dele depois de sua primeira derrota.

    Acabou que a cena que mais me deixou intrigado foi a aparição do loirinho de olho azul que se deparou com a Sapphire horas antes. Seria Emerald como citado pelo Alefu? Um vislumbre de Brawly dando uma passeada pela região? (Ele era loiro e de onze anos porra, mas vai que era FILHO DELE? kkkk) Seria um GIJINKA DO LENDÁRIO RAYQUAZA VOADOR ENTRE HUMANOS? Muitas especulações, e a mais provável é que seja alguém que nem apareceu ainda. Esperamos descobrir em breve kkkkk

    E por sinal, estou muito feliz com o desfecho desse capítulo. Como mencionado pelo Dento, ninguém nunca resiste a um Shiny, não tem essa de amigo não, rola até porrada pra garantir o que é seu kkkkk Mas Sapphire se elevou a um novo patamar quando usou o PODER DA AMIZADE para deixar a Clamperl com o Ruby. Estou orgulhoso de você, menino Shadow, mostrando algo lindo como isso em sua fanfic HAHA Sempre me divirto com capítulos tranquilos, você conseguiu mais um antes do ano acabar, como queria. Vai, é a sua vez de descansar! Abração, meu caro.

    ReplyDelete
    Replies
    1. Isso que dá ser curioso e fazer as coisas antes da hora! kkkkkkkkkk Eu estava com bastante receio de colocar um Pokémon shiny numa equipe de um protagonista, tinha minhas dúvidas se ficaria forçado, mas pelo visto quem leu curtiu a surpresa por enquanto.

      É cara, eu nem sei como bateu essa ideia de fazer a Clamperl ser excluída, acho que era mais pra ser uma ideia semelhante à do patinho feio kkkkk O Ruby tinha que ver algo diferente que o fizesse se apaixonar pela Clamperl, a ponto de se dar o trabalho de extrair todo o potencial escondido nela. E calhou que a ideia foi encaixada com o fato dela ser shiny.

      Todo mundo ficou curioso com esse garoto aleatório, exatamente do jeito que eu esperava kkkkkkkk Vejo praticamente todo mundo apostando no Emerald, mas isso a gente só vai descobrir no futuro (talvez não tão distante).

      E só pra constar, essa questão da Sapphire deixar o Ruby ficar com um Pokémon shiny não foi poder da amizade, foi outra coisa. Não vou dar mais nenhum detalhe, descubra conforme a história for dando mais pistas. :v

      Falou, meu parça! õ/

      Delete
  5. Um descanso nas barracas de praia e um mergulho relaxante depois de altas emoções em alto mar.

    E PQP, QUEM É ESSE MENINO METIDO AÍ VEI, DO NADA DIZ QUE OS OUTROS TEM DEFEITO, DEFEITO TEM TUA MÃE, AQUELA SNORLAX!

    Umas capturas rolando tranquilas, uma aquisição Shiny... QUE?! SHINY?! MAS JÁ?! Parabéns garotão! Só quero ver esse Huntail aí na equipe do Ruby!

    Ansioso para ver o que 2019 tem a oferecer aqui em Hoenn! Let's go mano!!

    ReplyDelete
    Replies
    1. Calma, fera! Quando foi que ele disse que a Sapphire tem defeito? kkkkk Ela é uma iniciante, é perfeitamente compreensível que ela não seja uma treinadora completa ainda. Agora, que é estranho um pivete dessa idade falar como quem sabe exatamente o que falta nela, isso é.

      Sim, meu querido! Shinies! Shinies everywhere! Refletindo e fritando seus olhos com suas cores mais que extravagantes! Mas será que a Clamperl vira Huntail mesmo? Ou será que não? :v

      Valeu pela presença, cara! Até! õ/

      Delete
  6. Pois é meus caros, 2018 foi um ano e tanto! Teve grupo no discord, Art oficial da Camila e agora um pokémon Shiny. Shadow continua a surpreender com AeH! E o que será que esse pivete misterioso tem haver com o plot??

    ~Mistério

    Após um pacote de mistas emoções presente nos últimos caps chega, enfim, unzinho pra dar uma descontraída

    ~phew~

    Quero mais, vem 2019!!!

    ReplyDelete
    Replies
    1. 2018 teve um pouco de tudo em AEH. Espero que 2019 tenha ainda mais, estou planejando algumas coisas e vamos ver no que vai dar. Mas o que eu já posso prometer desde agora é bastante esforço pra fazer tudo dar certo!

      O garoto tem muita coisa a ver com o plot, mas não vou dizer o que é pra não estragar a surpresa. Vou deixar que vocês criem teorias sobre ele, vai ser interessante ver o que as mentes criativas de vocês vão bolar.

      Depois de todo aquele caos já era hora de um capítulo pra relaxar, não é mesmo? kkkkkkkkkkkk Vou tentar trazer mais como esse, mas sabe como é. Hoenn não para! Aqui é tudo a mil por hora! kkkkkkkk

      Até! õ/

      Delete
  7. Yo Shadow

    Tudo certinho?Achou que eu só apareceria em 2019?ACHOU ERRADO OTÁRIO

    Capítulo bem leve,bom pra fechar o mini arco e possivelmente começar outro :v

    Ruby está se aproximando mais da skitty,e o Jeff coitado só fica de lado,mas eu acho que ele não gostaria que o Ruby tratasse ele como a Skitty uahsuahsuas

    Sapphire vai ter outro treino com a Camila?Quem venceria a Mudkip inexperiente ou nosso querido Tailow?

    Ruby teve uma ótima adição pro time e que pode ser muito útil no futuro,só quero ver a reação dele quando esse bicho evoluir huahsuahsuas

    E esse Gyarados Vermelho hein cara?HOENN TÁ LOCALIZADA NA TIMELINE,PRODUÇÃO INICIAR A PRODUÇÃO DE TEORIAS E LOCALIZAR HOENN NA TIMELINE DA ALIANÇA(a produção iniciou a produção)

    E teve esse guri,ele é original da fic ou apareceu nos jogos?Assim fica mais fácil iniciar as teoria da conspiração sobre ele

    Gostei do capítulo,e que venha AeH 2019 :v

    See Ya

    ReplyDelete
    Replies
    1. Pior que eu só acabei aparecendo em 2019. Mas pense pelo lado positivo: você foi o primeiro a receber uma resposta de comentário esse ano! kkkkkkkkkkkkkkkk

      Na verdade esse capítulo já faz parte do arco de Dewford, se levar em conta que eles já chegaram à cidade kkkk Mas ele pode ser interpretado como um capítulo de transição também.

      A Skitty é o xodó dele, né? Mas isso é perigoso, pois ele precisa dar atenção aos outros membros da equipe também. Um bom treinador ou coordenador não deve ter um favorito, jamais. Vamos torcer para que o Ruby não caia nesse erro, ou isso pode atrapalhar os planos dele no futuro. E é fato que o Jeff ficaria uma fera se o Ruby chegasse dando carinho pra ele kkkkkkk

      Pode ser que o treino da Sapphire com a Camila seja exibido, mas isso é algo que vamos descobrir em breve. E sobre a nova captura do Ruby, certamente um Pokémon que chega para somar no time dele.

      Timeline? Que timeline? Foi só uma referência :v

      asuasuhasuhuashuashuashuhas Zoas, a produção tá produtiva!

      Já o garoto misterioso... Digamos que ele apareceu nos jogos, mas é um personagem original. Um dia talvez você entenda o que eu quis dizer com isso.

      Valeu por ter nos acompanhado em 2018, Grovy! Que venha 2019!

      Até breve! õ/

      Delete
  8. heyo!

    mais um capítulo bem calminho mas ao mesmo tempo muito surpreendente!

    para começar, temos aquela aparição super misteriosa e rapidinha do garotinho que falou com a sapphite... quem será ele?
    em segundo, temos essa experiência de baixo de água que permitiu que o ruby capturasse um pokemon shiny (!!!!!!!!) com a ajuda de sapphire. dois tópicos a retirar daqui: UM POKEMON SHINY!!!! DAMN!!! eu acho que ninguém esperava isso, mas o facto é que abre imensas portas para novos temas que podem explorados agora acerca desses pokémon; o ruby ficou em "dívida" para com a sapphire... isto é igualmente interessante, pois no futuro o garoto terá que compensar a amiga de alguma maneira... como será isso?

    é tudo!

    ReplyDelete
    Replies
    1. Esse garoto aí vai render ainda. Calma que tá bem perto dele aparecer de novo já kkkkkkk

      Shinies, cara. Shinies. São Pokémons que abrem um leque de oportunidades em qualquer história. E levando em conta o fato do Ruby ser coordenador, aí a gente tem ainda mais razões para esperar bastante dessa Clamperl.

      É verdade, o Ruby vai ficar devendo uma pra Sapphire. Tem que haver muita generosidade em ceder um Pokémon shiny para o amigo, mas talvez a Sapphire tenha outros planos para montar sua equipe.

      Até a próxima! õ/

      Delete
  9. Hello Penumbra querida!

    Wow um cap mais calminho para dar um charme gostoso para a história, ficou muito massa este ai!

    Fiquei curioso com o rapaz loiro que apareceu nas ruas da cidade, até diria que o comentário dele foi meio mal educado, mas ele deve ter seus motivos ._.

    Muito bacana ver o Ruby expandindo o time dele, mas achei meio apressado a forma que ele decidiu ir ao mergulho, senti que faltou um pouco de mais detalhes, bem eu adoro ficar enchendo de detalhes minhas histórias, mas é o meu estilo, não tira da beleza do capítulo.

    Agora os 3 treinadores tem uma trinca de bixinhos, ai sim, vamos ver qual vai ser o primeiro a pegar o quarto kkkk
    Até o próximo sir.

    ReplyDelete
    Replies
    1. Os apelidos estão cada vez melhores kkkkkkkkkkkkkkkk

      Salve, meu querido Anan! Beleza?

      Esse capítulo serviu mais para dar uma breve introdução à cidade de Dewford, além de atualizar o time do Ruby.

      Esse garoto aí é um mistério por enquanto, mas futuramente veremos mais sobre ele. Até lá o que posso adiantar é que ele não fez aquele comentário sobre a Sapphire sem motivo.

      Tive um pouco de pressa em mostrar o momento da captura, é verdade. Vou tomar mais cuidado para não deixar tudo tão corrido assim de novo.

      Valeu pelo comentário, Anan! Até a próxima! õ/

      Delete
  10. Alô alô Sombroso, vim cá novamente ver esta pérola que produziu (ba dum tss)
    Eu gostei desse capítulo, foi mega tranquilo, aquele ar de filler sabe, amei você dando foco no menino Ruby, acho que precisávamos voltar os holofotes para nossa estrela e o capítulo de Dewford foi bom para isso. Foi bom ele querer se conectar mais ao Skitty, sempre é bom explorar a relação treinador-Pokémon e além de introduzir mais um membro ao time, achei um bocado depressa, mas eu gostei sabe, as vezes nem toda captura é assim cheia de emoção com uma batalha fodástica, as vezes é só um arremesso de Pokébola e katchau, pegou.
    Eu gostei muito que o Ruby tem um Clamperl Shiny e que você quer explorar esse tipo de Pokémon raríssimo que deixa nós fãs a loucura querendo caçar um.
    Enfim, acho que não vou prolongar este comentário, é isso manolo, foi um capítulo bom sem tirar nem por e eu já vou ler o próximo.

    ReplyDelete
    Replies
    1. Ei Leucro! Tranquilo?

      Eu gosto de fazer esses capítulos mais tranquilos pra compor o arco. Esse aqui tem bem aquela cara de filler mesmo, e seria se não fosse pela captura da Clamperl e a aparição do garoto misterioso lá na feira.

      Shinies são uma incógnita. Tem alguns que são horrorosos, mas a Clamperl é bonita, então achei que seria bom dar mais um destaque no time do Ruby. Por sorte a galera comprou a ideia e ninguém ficou com a sensação de ter sido algo forçado. Vamos ver como essa nova companheira dele se desenvolve no futuro.

      Até a próxima! õ/

      Delete

- Copyright © 2013 - 2018 Aventuras em Hoenn - Shadow - Powered by Blogger - Designed CanasOminous -